Navios Ativos da Marinha Portuguesa

 

Se já se questionou quais são os navios que a Marinha portuguesa tem em funcionamento na atualidade, veja a seguinte informação.

Submarinos

Os dois submarinos são sem dúvida os navios mais importantes da Marinha portuguesa, pela sua capacidade de combate e projeção a longa distância, por serem os navios mais recentes (os únicos lançados à àgua no século XXI) e também pela controvérsia que envolveu a sua adjudicação.

  • Tridente
  • Arpão

Fragatas

100527-N-3136P-508 MEDITERRANEAN SEA (May 27, 2010) A Portuguese Navy visit, board, search and seizure team in a rigid-hull inflatable boat returns to the Portuguese Navy frigate NRP Bartolomeu Dias (F-333) after conducting an inspection of the Military Sealift Command container and roll-on/roll-off ship USNS LCPL Roy H. Wheat (T-AK 3016) during the at sea portion of exercise Phoenix Express 2010 (PE 10). PE-10 is a two-week exercise designed to strengthen maritime partnership and enhance stability in the region through increased interoperability and cooperation among partners from Africa, Europe and United States. (U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 2nd Class Jimmy C. Pan/Released)

As fragatas são os mais importantes navios de superfície da Marinha portuguesa, com capacidades anti-aéreas e anti-submarinas. Embora tenham capacidade para combate à superfície, a sua principal missão é de escolta oceânica, sendo portanto mais adequadas ao que se espera que seja o papel da Marinha, quer na defesa dos interesses portugueses, quer enquanto membro da NATO e das Nações Unidas. A fragata Vasco da Gama, por exemplo, já esteve ao serviço em Angola, no mar Adriático e em Timor, entre outros cenários.

  • Vasco da Gama
  • Álvares Cabral
  • Corte-Real
  • Bartolomeu Dias
  • D. Francisco de Almeida

Corvetas

Sendo navios mais pequenos e com menor capacidade que as fragatas, as corvetas são mais indicadas para cenários de menor intensidade política ou militar e para afirmar a presença do Estado.

  • João Roby
  • João Coutinho
  • Jacinto Cândido
  • António Enes
  • Baptista de Andrade

Patrulhas Oceânicas

Estes navios não têm capacidade de combate, mas podem permanecer em alto-mar durante longos períodos de tempo.

  • Viana do Castelo
  • Figueira da Foz

Navios Hidrográficos

Navios vocacionados para o apoio à investigação científica.

  • D. Carlos I
  • Andrómeda
  • Auriga
  • Almirante Gago Coutinho

Navios de Patrulha

Tal como as corvetas são “irmãs menores” das fragatas, os navios de patrulha distinguem-se dos oceânicos por serem mais vocacionadas para missões junto à costa.

  • Cacine
  • Zaire
  • Cuanza
  • Schultz Xavier

Navio de Desembarque

Se a Marinha necessitar de fazer um desembarque semelhante ao da Normandia, este navio será a ferramenta para tal.

  • Bacamarte

Lanchas

Pequenas e rápidas, estão na linha da frente do combate ao tráfico de droga.

  • Argos
  • Dragão
  • Escorpião
  • Cassiopeia
  • Hidra
  • Centauro
  • Orion
  • Pégaso
  • Sagitário
  • Cisne
  • Águia
  • Rio Minho

Veleiros

É nos navios-escola que se aprende o gosto pelo mar.

  • Sagres
  • Polar
  • Creoula